ELEIÇÕES

Juiz alerta para “fake news” nas eleições de outubro

ELEIÇÕES

O juiz da 21a Zona Eleitoral, Luciano de Oliveira Silva, alerta sobre a incidência das “fake news”- notícias falsas vinculadas ao pleito de outubro. Em entrevista coletiva, o magistrado ponderou que é preciso estar atento à fonte das informações e checar a veracidade dos fatos. “É muito importante que a imprensa oriente o eleitor para que fique atento. A fake news é um fenômeno mundial e a pessoa desatenta pode ser levada ao erro e tomar decisão equivocada”, disse. O juiz considera que a única forma de combater as notícias falsas é a educação do destinatário da informação. “Ele deve estar precavido e checar a veracidade e não somente aceitar qualquer notícia como verdade”, comentou.

CIDADANIA: Outro alerta do juiz é sobre os votos brancos e nulos. “É boato que uma eleição seja invalidada ainda que tenha maioria desses votos”, afirmou. O dr. Luciano lembrou que o voto é um instrumento de cidadania. “Faça uso do seu voto, escolha com consciência e não abdique desse direito e dever cívico”, finalizou.

REGIÃO: A 13a região administrativa soma 330.764 eleitores aptos a votarem em outubro. Das 19 cidades, Barretos contabiliza 86.843 pessoas, seguida de Bebedouro que tem 58.103 eleitores cadastrados. As cidades com menos  cadastrados são Altair com 3.208 e Embaúba que totaliza 2.338 eleitores aptos. Neste ano, a eleição para escolha de deputado federal, estadual, dois senadores, governador e presidente acontece dia 7 de outubro em primeiro turno e 28 de outubro, o segundo.

 

 

Legenda

Divulgação

Dr. Luciano de Oliveira Silva atua como juiz eleitoral em Barretos e Colômbia

 

 

 

 

EDIÇÕES ANTERIORES

O seu navegador não é recomendado para uma boa navegação neste site.
Para uma melhor visualização do site atualize-o ou escolha outro navegador.
Saiba mais...
Google ChromeMozilla FirefoxOpera