ACONTECEU

Empresário barretense conta emoção e trajetória de “Marco Zero”

Estilo de Vida

“Nunca imaginei que um dia escreveria um livro. Com essas palavras, o empresário barretense Odair de Moura e Silva define a emoção e trajetória da obra “Marco Zero”. A história começou em 2013 quando atuava como diretor da Santa Casa de Barretos e, a pedido do jornalista João Monteiro de Barros Filho, visitou o Estado do Amapá. A caravana barretense composta também por Luís Carlos Buch e Renato Peghim, chegou à capital Macapá para apresentar projetos do hospital na Assembleia Legislativa. “Após minha fala fui cumprimentado por muitas autoridades e populares que se emocionaram e percebi que não tinha ido tão longe por acaso”, disse.  Logo após a explanação, a caravana foi convidada a conhecer o Marco Zero, um ponto de divisão entre os hemisférios norte e sul. Nascia ali a inspiração e vontade de escrever o primeiro livro. “Vi algumas pessoas colocando um ovo em pé sobre a linha que divide o hemisfério e quando bem centralizado o ovo parava inerte. Tentando colocar fora da linha o mesmo não se sustentava de pé e as  pessoas se emocionavam com aquilo”, lembrou. Odair contou que após a viagem, sua memória a todo tempo cobrava que precisava escrever um livro. Chegando a Barretos, começou seus rascunhos, parou por um tempo, mas algo falava mais alto. “Em 2017 retomei com muito entusiasmo a ideia que se tornou realidade”, comentou. A ideia central do livro é  a busca do ser humano em mudar de vida, mas que muitas vezes não encontra o caminho. “Marco Zero é ponto de partida, todos precisamos entender  que sempre, para tomarmos alguma decisão, precisamos do ponto zero sem pular etapas. Quando não encontramos o caminho temos que retroagir ao ponto de partida, esse é o melhor método para encontrar o caminho certo”, afirmou. “Ponto Zero ou Marco Zero é o ponto de equilíbrio entre você e o universo, afinal sucesso que não traz felicidade não é sucesso”, alertou. Para Odair, a “obra é dedicada a todos que  passaram ou estão presentes em sua vida, pois são relatadas experiências e histórias que ouviu”. O objetivo é apresentar o “Odair na leitura, pois não deixei de lado minhas características, humildade e simplicidade, por isso é fácil entender qualquer texto apresentado”. A ideia foi apresentada à editora Serifa, em São José do Rio Preto e o diretor Deodoro Moreira prontamente aceitou publicar.  O livro está disponível no site da editora pelo www.serifacomunica.com.br e em algumas livrarias do país.

 

EDIÇÕES ANTERIORES

O seu navegador não é recomendado para uma boa navegação neste site.
Para uma melhor visualização do site atualize-o ou escolha outro navegador.
Saiba mais...
Google ChromeMozilla FirefoxOpera